Estrias Vermelhas

Já comentamos aqui no site várias vezes sobre as estrias. Hoje, vamos falar sobre um tipo específico de estrias, as estrias vermelhas ou estrias avermelhadas. O formato e a cor das estrias dizem muito sobre o seu tempo de evolução, sua gravidade e, em alguns casos, sobre suas causas. Hoje, conheça o mais importante a respeito das estrias vermelhas, suas causas e possíveis tratamentos.

Navegue pelos tópicos do artigo:

O que são estrias vermelhas?

As estrias vermelhas (e também as de tonalidade arroxeada), na imensa maioria dos casos, nada mais são do que estrias novas, que surgiram recentemente na nossa pele. Já estrias mais velhas, com alguns meses ou anos de evolução, geralmente se apresentam na cor branca ou com tons prateados.

Como veremos adiante, o tratamento para estrias vermelhas, mais recentes, é diferente e mais fácil do que o tratamento de estrias antigas e que já sofreram a ação do tempo.

Causas das estrias vermelhas

As estrias vermelhas são causadas por quaisquer fatores que estimulem o aparecimento rápido e/ou acelerado de estrias no corpo. Isso inclui principalmente um ganho de peso rápido em pouco tempo para estrias avermelhadas na região abdominal, assim como a gravidez. A hipertrofia acelerada, principalmente na falta de uma pele saudável e de uma hidratação adequada, também predispõe ao surgimento de estrias vermelhas, que mais tarde poderão se tornar esbranquiçadas e mais difícil de serem tratadas.

As estrias vermelhas também são preocupação dos médicos, pois elas podem indicar um problema secundário: algumas causas dignas de conhecimento médico de estrias vermelhas incluem principalmente a Síndrome de Cushing (excesso de cortisol, que pode surgir por problemas em glândulas adrenais, na hipófise ou por ingestão excessiva de medicamentos corticoides) e doenças do colágeno, como a síndrome de Ehlers-Danlos.

Tratamento das estrias vermelhas

Como já dissemos, esse tipo de estrias indicam um surgimento recente do problema. Se possível, é nessa fase que as estrias devem ser tratadas, pois estudos indicam que elas respondem muito melhor ao tratamento.

A primeira opção é o uso de um creme à base de Tretinoína, que são cremes chamados de retinóides ou de retinol. A Tretinóina é um dos componentes mais receitados durante consultas de Dermatologia, por essa substância ser uma reguladora importante das funções das camadas da pele.

Os procedimentos estéticos para o tratamento de estrias vermelhas, recentes, também podem ser mais simplificados e, por isso, também com um custo menor. Opte principalmente por tratamentos à laser e fototermólise fracional. Ambos os procedimentos estimulam a produção de colágeno na derme e sua eficácia aumenta muito quando usadas sobre estrias vermelhas, em comparação à estrias esbranquiçadas.

Já para estrias brancas, tratamentos mais pesados como a microdermoabrasão.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *