Spikes Inverno 2013

O spike surgiu na década de 70 com o movimento punk. Na época, aparecia em roupas e coturnos, sendo sinal de rebeldia e agressividade. Repaginado, ele voltou com tudo em bolsas, sapatos, botas e acessórios de diversos gostos e estilos, desfilando em coleções de todas as estações.

Spikes Inverno 2013

Existem vários tipos de spikes, alguns mais pontiagudos outros menos, grandes e pequenos, eles variam conforme o estilo. Solage Emerick, franqueada na grife de sapatos femininos Raphaella Booz, revela que a tendência é muito forte e modelos com spikes acabaram rapidamente, pois a procura é grande. “Ele deixa o sapato moderno com um toque de sofisticação, podendo ser aplicado de várias formas, por isso atrai o público feminino”, analisa.

A empresária reforça que na coleção outono/inverno, tanto sapatos, como botas e sapatilhas vieram repletos deste conceito, entretanto os estilos folk, dark romance e militar foram mantidos, recebendo apenas uma pitada fashion. “Como nossa coleção foi inspirada nessas três tendências, as características foram mantidas e o spike imprimiu sua marca com estilo. Os sapatos inspirados no tema Dark Romance, por exemplo, por mais delicados que sejam recebem a aplicação de spike que completa esse conceito”, revela.

Lembrando que o mix de bolsas, sapatos e pulseiras com spikes deve ser feito com cuidado para que o look não fique exagerado e poluído. Uma peça com spikes podem ser combinada com outras mais neutras, afinal menos é mais.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *